}

terça-feira, 23 de junho de 2015

[RESENHA] O penhasco, Carine Raposo

O penhasco, [sem spoiler]

"Ela encontrou nele tudo o que buscava. E descobriu o que mais temia."


Olá leitores, como vão? Espero que estejam maravilhosamente bem!

Hoje vim falar um pouquinho desse livro maravilhoso que recebi de parceria da autora Carine Raposo. Primeiro quero lhes apresentar o estilo da autora e vocês já entenderão a essência do livro! Carine é uma leitora voraz, apaixonada por romances e mistérios. Só nesta frase já sabemos de tudo sobre seu livro: uma história recheada de romance e mistério. Quer saber mais sobre a autora? Clique aqui.

Lançado pela editora CADMO, a obra possui uma capa maravilhosa e altamente reveladora sobre alguns aspectos do livro já que além de bela, a capa é um pouco sombria.

O livro é uma perspectiva sobre o ponto de vista de várias personagens e hora é narrado em primeira pessoa, hora é narrado em terceira pessoa o que algumas vezes causou um pouco de estranheza durante a leitura. Porém nada que atrapalhe, e na verdade, depois que percebi que a maioria das partes narradas em primeira pessoa eram de Liza e Nathaniel, o casal protagonista do enredo, a leitura passou a fluir melhor, já que a maioria dos outros pontos de vista eram em terceira pessoa. 

Mergulhei naquele verde esmeralda, eu me perderia facilmente naquela imensidão, que parecia não somente refletir minha alma, mas me trazer de volta do lugar onde andava me escondendo nos últimos meses.

As personagens principais são Liza e Nathaniel. Liza é uma personagem forte e decidida que precisou trancar a faculdade de Psicologia por problemas familiares. Uma garota simples, que precisa lidar com a irmã rebelde e assumir muitas responsabilidades aos seus 21 anos,  mas que mesmo assim, não resiste aos encantos do homem com olhos de esmeraldas que aparece em seus sonhos. Nate é um homem lindo, dono dos olhos esmeralda que sempre visita os sonhos de Liza, e dono de uma vida cheia de mistérios que mesmo desconhece. Dos sonhos, esse amor passa a ser real, uma amor celestial, divino, como se os dois estivessem destinados a este amor desde o nascimento. Porém, existe mais segredos nesta história do que se pode imaginar. Um amor impossível que vai além do espiritual e que significa o despertar de uma maldição que pode separá-los a qualquer momento.

Terei o resto da minha vida para alimentar esperanças. Sentimento que pode machucar muito mais que a saudade.

Sobre o enredo posso dizer que a história se passa uma parte em Los Angeles, outra parte em Winterhill e outra ainda no penhasco, lugar este, que pode ser o único em que Liza está em segurança, sem ser assombrada pela maldição. A ordem dos acontecimentos não é cronológica devido ao fato da história estar recheada de flashbacks de personagens diversos. Existe uma trama e alguns segredos escondidos que com certeza serão revelados no próximo livro, e isso faz com que o leitor queira sempre mais. As personagens no decorrer da trama vão se ligando de forma esplêndida e tudo começa a fazer mais sentido do que já fazia. 

Uma luta entre o bem e o mal, o despertar de uma maldição, um amor impossível e um final surpreendente, cheio de expectativas para o próximo livro. Quem é que não se apaixona por um livro assim? Repleto de mistérios, histórias surpreendentes e uma leitura muito rápida e fluída. Para esse livro só tenho elogios com certeza!

"Há uma exuberância na bondade que parece ser maldade”, dizia Nietzsche

Sobre o final: me senti frustrada e pesarosa, além de ansiosa é claro para a leitura do próximo livro da trilogia. Recomendo a leitura e espero que vocês também gostem!



Sinopse:

Teria sido uma noite como qualquer outra, se ele não tivesse aparecido.
E se eu não estivesse completamente sozinha. Com um estranho em um
Penhasco e sem lembrar de como fui parar ali.
Me assustei quando ele se materializou à minha frente.
Nunca vi olhos iguais. Verdes, como esmeraldas.
Meu medo se tornou ainda maior com meu próprio desejo, que me
preencheu inexplicavelmente em um segundo ou menos.
Mas seu olhar me provocava uma sensação incômoda. Parecia gritar que
alguma coisa muito ruim acontecia naquele instante.
Ainda assim, demorei a me convencer. Não podia ser real.
No início, pensei que tudo fosse apenas um sonho.
Quando despertei, já era tarde.

           




Autora: Carine Raposo


Onde Comprar:


Como adquirir o livro físico:


Você também o encontra olivro em e-book