}

terça-feira, 27 de setembro de 2016

O que é um pseudônimo?

Por Amanda Medeiros


Olá pessoal, como vão? Espero que estejam maravilhosamente bem, eu como sempre estou na correria do dia a dia  e a cada dia que passa com mais atividades. Trabalho, faculdade, atividades culturais, meu hobby que é crochetar,  e está faltando tempo para as leituras. No entanto, logo logo sai resenha nova, prometo!
Bom, estava lendo o romance "O chamado do Cuco", da autora J. K. Howlling, sob o pseudônimo de Robert Galbraith daí, comecei a pensar com meus bugalhos: Por que não fazer um post explicando sobre pseudônimos e heterônimos? Então, lá vamos nós, numa tentativa de explicar algo que muitas vezes causa um pouco de confusão.




Pseudônimo é um nome fictício utilizado por um autor, poeta, escritor, jornalista, ator, ou outras pessoas que acham necessários utilíza-los por diversos motivos. Este nome fictício nem sempre é muito diferente do nome verdadeiro; ás vezes mudam-se algumas letras ou invertem-se nomes. Estes nomes são utilizados como formas de esconder a identidade real da pessoa, ou pode ser uma escolha de nome impactante, para causar maior interesse pela obra, artigo. 

Um pseudônimo é como se fosse uma máscara!
No passado, mulheres não eram reconhecidas no meio literário, artístico ou jornalístico, e por isso era comum utilizarem de pseudônimos masculinos para produzirem e trabalharem neste meio. No entanto, atualmente, o pseudônimo não é tão utilizado para esconder uma identidade, mas sim para diferenciar um estilo de escrita ou causar maior interesse a partir de nomes impactantes.  Um exemplo de  pseudônimo é quando a autora J. K. Howlling, tão renomada internacionalmente pela obra Harry Potter, começou a escrever um novo estilo de livro (investigativo) sob o pseudônimo de Robert Galbraith.

Já o Heterônimo, são muito mais do que nomes fictícios, são autores fictícios criados por autores reais, que possuem personalidades totalmente distintas da do autor real.  Um exemplo de escritor de  heterônimos froi o poeta português Fernando Pessoa, que criou personalidades distintas para seus escritores fictícios  Alberto Caeiro, Álvaro de Campos, Ricardo Reis e Bernardo Soares. Ou seja, um heterônimo é um autor fictício, criado por um autor real, que pode ter uma vida fictícia, uma biografica fictícia e uma personalidade fictícia. Um heterônimo não é apenas um nome fictício, mas vai muito além do pseudônimo.

Espero que tenham compreendido a diferença!