}

segunda-feira, 10 de abril de 2017

[RESENHA] O Garoto do Cachecol Vermelho - Ana Beatriz Brandão

Por Patricia Christmann


Oi amores. Mais uma resenha fresquinha aqui para vocês!
Faz tempo que queria ler esse livro e graças a indicação para uma leitura coletiva tive coragem.

Vamos as apresentações:

O garoto do cachecol vermelho

Ana Beatriz Brandão
ISBN-13: 9788576865353
ISBN-10: 8576865351
Ano: 2016
Páginas: 294
Idioma: português
Editora: Verus

Sinopse: Uma história comovente, recheada de drama, suspense e romance
Melissa é uma garota linda, rica e mimada, que sempre consegue o que quer e tem todos na palma da mão. Ela acredita que a carreira de bailarina é a única coisa que realmente importa, porém suas certezas são abaladas quando faz uma aposta com um garoto misterioso, que parece ter como objetivo virar sua vida de cabeça para baixo. De repente, Melissa se vê dividida entre dois caminhos: realizar seu maior sonho, pelo qual batalhou a vida inteira, ou viver um grande amor. Mas, não importa aonde ela vá, todas as direções apontam para o garoto do cachecol vermelho... Com esta história intensa e apaixonante, Ana Beatriz Brandão vai emocionar e surpreender o leitor, provando que é uma jovem autora que tem muito a dizer.




Mel é uma morena linda, rica e super mimada, além de preconceituosa. Sua vida se resume unicamente ao Ballet e aos mimos incontroláveis que acredita merecer.
Ela teve uma vida difícil, sua mãe praticamente a abandonou deixando-a sozinha para atender seus renomados pacientes ou para fazer alguma cirurgia para os necessitados. E como pedido de desculpa sempre presenteava a pequena, o que a tornou uma pessoa difícil.
"A última vez foi quando me formei na turma de balé e ela não pôde ver a apresentação porque estava fora da cidade, trabalhando em uma campanha de cirurgias de correção de lábio leporino."
O que Dona Regina não percebeu é que a cada paciente ela perdia um pouco de sua pequena filha que ficava aos prantos sem ter quem a protegesse.
Mas o tempo passou e Melissa foi forçada a crescer. Agora a convivência de mãe e filha é praticamente nula e parece que nenhuma das duas se esforça para concertar isso.
Mel tem um único objetivo em sua vida, ser uma bailarina famosa. A mais famosa e perfeita. O que a leva a cometer atrocidades consigo mesma. 
“Ossos do ofício, o sacrifício que toda bailarina deve fazer para ser o perfeito anjo na terra”, era o que dizia a minha professora mais exigente toda vez que uma garotinha chorava depois de ter se machucado."
Machucados esses que incluem desde uma unha lascada até quebrar um tornozelo, ou pior, uma dieta capaz de levar a morte para ter o corpo perfeito. Tudo para conseguir uma transferência para a Juilliard, seu primeiro passo em direção ao sucesso.
Mas tudo muda quando ela conhece Daniel, um "vândalo" de cachecol vermelho que a tira do serio.
"Seus olhos azul-claros tinham algumas manchas mais escuras, e o cabelo dourado era cheio de cachos grossos. A pele era bem clara, e as bochechas , coradas. Lembrava um daqueles querubins que  apareciam nas pinturas.                        
O queixo era quadrado, e os dentes, que teimavam em morder o lábio inferior, eram perfeitos. Aliás, ele era quase perfeito. Exceto por uma cicatriz na sobrancelha direita, que provocava uma pequena falha nos pelos." 
Mas apesar de o achar encantador, Mel não admite tal sentimento e mantem um relacionamento de farpas com o rapaz. 
"Achava mesmo que podia falar sobre mim daquele jeito? Não. Ninguém me tratava daquela forma, e eu esperava nunca mais ter que olhar para aquele garoto na vida. Ele podia até ser bonito, talentoso e tal... Mas para mim , a partir daquele momento, seria só um vândalo."
Será mesmo que nunca mais o verá?
Nos arredores da faculdade eles vivem se esbarrando e é num desses encontros que Daniel a socorre depois de uma crise que a leva para o hospital. Mel tem um problema serio causados pela falta de alimentação, o que pode leva-la a morte.
Mas o orgulho é maior do que a bondade no coração de Melissa. Uma pessoa que cresceu sem saber o que é ter alguém se importando com ela dificilmente aceitara essa atenção. Porém Daniel sabe ser insistente e depois de muita briga vai conseguir um pouco da atenção da bailarina.
E com uma proposta mudará a rotina de Mel.
Você vai ficar comigo —concluiu. Antes que eu pudesse abrir a boca para berrar um gigantesco “NÃO!”, continuou: —Não nesse sentido. Estou querendo dizer que você vai ser a minha sombra no próximo semestre. —Semestre?! —Me deixa terminar. Isso, um semestre. Você vai comigo aonde eu for, e vai andar com quem eu andar. Isso vai te ajudar a enxergar que a vida não é só o que você acha que ela é. Se você não vir nenhum resultado dentro do próximo mês, te libero do acordo. Ok?
Mel não é tão fácil assim, então Daniel muda as regras
Me dá dois meses, então! Só dois meses do seu tempo. No final, você me leva para onde quiser. Pode jogar na minha cara que nada do que eu fiz deu certo e me mostrar como a sua vida é legal e a minha é uma merda. Pode jogar ovo em mim, tirar foto e postar onde quiser. E se quiser pode me marcar! Mas... por favor. Dois meses. — Continuei em silêncio. Ele estava começando a falar a minha língua. Agora eu estava vendo a parte positiva daquilo tudo. Mas faltava uma coisa... — E eu te dou tempo pra ensaiar. Te trago de volta seis horas em ponto. Todo dia. — Acho que não. Obrigada mesmo — falei, sem me virar para ele, testando se conseguia tirar mais alguma coisa do acordo. — Cinco! Cinco horas! 
Quem resiste a uma proposta dessas não é?!
Mas será que Daniel vai conseguir mudar algo nessa garota teimosa e orgulhosa?
Depois de apanhar tanto da vida, Mel pode ter uma chance de saber o que é felicidade, mas isso ainda é possível? Ainda mais tendo que diminuir seu treino para o ballet?
Entre o ballet e o amor, qual será a escolha de Mel?
E o mais importante, e que todos queremos saber, qual é a do cachecol vermelho?

Gostei muito da capa desse livro e sempre quis ler. Mas confesso que achei meio enrolado. Vou reler em outro momento, talvez me cative mais.


E vocês já leram? Quero saber tudo!

Beijinhos lindos!